terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Romãozinho, o fogo fátuo


O moleque Romãozinho vagueia pelas estradas do mundo, fazendo tudo o que é errado e que não presta. Quebra telhas, tira choco de galinhas, amarra lata no rabo de gato, bombinha no rabo de cachorro, coloca estrume de porco nas tetas da vaca prá fazer perder o leite, suspende saia de freira e de mulher moça, e inferniza a vida de quem lhe cruza o caminho. Para fazer suas maldades, assustar as pessoas e aprontar suas artimanhas, Romãozinho aprendeu a se transformar numa bola de fogo e sair por aí, emergindo de sepulturas e de pântanos sombrios. Por isso, em muitos lugares, Romãozinho é conhecido como Fogo Fátuo. E como não tem alma boa, muitos o conhecem como Corpo-seco.

Divirta-se com esta lenda do folclore nacional, e se deixe encantar pela bela estória criada pelo autor, como que prestando homenagens à onírica criatividade do povo brasileiro. 

A maior coleção interagindo educação, teatro e folclore já lançada no país. São dez volumes abordando 19 lendas do folclore brasileiro.

Veja os livros que compõem a Coleção:
•Vol. 1 – O coronel e o juízo final
•Vol. 2 - A noite do terror
•Vol. 3 - Lobisomem – O lobo que era homem
•Vol. 4 - Cobra Honorato
•Vol. 5 - A Mula sem cabeça
•Vol. 6 - Iara, a mãe d’água
•Vol. 7 - Caipora
•Vol. 8 - O Negrinho Pastoreiro
•Vol. 9 - Romãozinho, o fogo fátuo
•Vol. 10 - Saci Pererê

São dez comédias para o público infanto-juvenil, onde a cultura popular do país é retratada através de uma dramaturgia densa mas, ao mesmo tempo, hilariante, alegre e divertida.
Para saber mais, clique aqui.